24/10/2017 14:00, por Kissila Natanaela Jerônimo Vasconcelos. Fonte: Trilhos Online
‘Problemas dos pescadores devem ser solucionados até o final do ano’, assegura diretor da Pesca
Segundo Mario Palma, a Presidência da República exigiu que recadastramento dos pescadores fosse feito até o final de 2017

O presidente da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores (CNPA), Walzenir Falcão, participou nesta quinta-feira (19) de reunião na Secretaria de Aquicultura e Pesca, ligada ao Ministério da Indústria, Comércio exterior e Serviços (MIDC). Acompanhado de diversos representantes das Federações de Pescadores, Falcão foi recebido pelo diretor de Departamento de Registro, Mario Palma. O deputado federal Lindomar Garçom (PRB/RO) também esteve presente.

Daniel Cardoso

Entre os principais assuntos tratados na reunião estavam o recadastramento e a ampliação dos benefícios dos pescadores. Em sua argumentação, o presidente da CNPA defendeu que é preciso de um amparo maior ao pescador.

“Já batemos muita palma, agora queremos ver nosso problema realmente resolvido. O governo precisa ter uma agenda voltada para o setor pesqueiro, não é só a carteira e o seguro-defeso, nos precisamos de uma estrutura em cada estado, precisamos de fábrica de gelo e de entreposto de pescados que venham socorrer a demanda da produção, além de linhas de crédito. Hoje infelizmente isso não acontece”, reivindicou Walzenir Falcão.

Ao ouvir a demanda dos pescadores, o diretor Mario Palma disse que está incumbido pelo governo de resolver o problema dos pescadores até o final do ano. “A Presidência da República está ouvindo a reivindicação do setor e nos não temos autorização para virar o ano sem recadastrar os pescadores e sem solucionar esses problemas. Nós temos a plena consciência que o pescador não é um fraudador, nós sabemos que o trabalho de vocês também ajuda mover o país, e que qualquer problema sem solução afeta a imagem do Brasil no exterior”, afirmou Mario.

Diante das reclamações e dos fatos apresentados, a Secretaria de Pesca se comprometeu a marcar nos próximos dias uma reunião com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), para tratar do atendimento aos pescadores que estão com os cadastros suspensos.

Participaram da reunião os presidente das Federações de Pescadores Artesanais da Região Norte (Amazonas, Amapá, Pará e Rondônia), da Região Nordeste (Piauí, Ceará, Sergipe, Paraíba, Rio Grande do Norte, Bahia e Alagoas); da Região Sudeste (São Paulo e Minas Gerais) e da Região Centro-Oeste (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina).

Voltar
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
contato.cnpabrasil@gmail.com